Cássio denúncia uso da máquina a serviço do rival

Cássio Cunha Lima concedeu entrevista coletiva agora a pouco, depois de consagrar-se nas urnas, “pela vontade popular”, vencedor do primeiro turno das eleições para o governo do Estado. Denunciou o que a Paraíba inteira há tem conhecimento: nunca em pleitos eleitorais paraibanos se usou a máquina como nesta campanha de 2014.

O tucano acusou o rival Ricardo Coutinho, governador reeleitoral, de abuso do pode político e econômico no primeiro turno das eleições. Cássio jogou ao meio-fio que policiais militares chegaram a ser presos panfletando para o governo.

Adiantou, que o programa “Empreender” teria sido usado politicamente para favorecer o candidato “socialista”. Acrescentou: “Travamos uma batalha no primeiro turno onde o abuso de poder político e econômico atingiu um patamar jamais visto na história, mas vencemos no primeiro e venceremos no segundo turno”.

Avaliando o resultado do primeiro turno das eleições, Cássio disse que “o povo da Paraíba reprovou o governo por maioria dos votos”. De fato, quer o candidato do PSB goste ou não.

Sobre a possibilidade de apoio do PMDB a sua candidatura, Cássio disse que “não vejo nenhum impedimento” e lembrou que o ex-ministro Aguinaldo Ribeiro (PP), reeleito deputado federal, o apoiou, “mesmo votando na Paraíba”.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.