RC recebe apoio de prefeita com desconfiança

Anunciada como novidade, a chegada da prefeita Alderi Cajú (Bonito de Santa Fé) não é a grande adesão que deseja o candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB). Afinal de contas, ela já estava integrada ao grupo da candidatura “socialista” desde a desistência de Veneziano Vital do Rêgo, substituído pelo irmão senador Vital Filho.

Cajú chegou a declarar ser uma mulher de partido e manteve apoio a postulação do PMDB. Entretanto, recuou e decidiu seguir na contramão dos seus colegas da região polarizada por Cajazeiras, cuja maioria apóia a candidatura do tucano Cássio Cunha Lima, inclusive prefeitos filiados ao PSB, a exemplo dos de Bom Jesus e Uiraúna.

Mas voltando a prefeita Cajú, a decisão dela é fazer o contraponto aos adversários em Bonito de Santa Fé, mesmo ante uma vitória expressiva de Cássio no município. A justificativa dela é não fortalecer os adversários como o ex-prefeito Sabino Dias e os vereadores que acompanham o tucano.

É o tipo da adesão para ficar com o pé na frente e outro atrás, porque quem já anunciou fidelidade ao partido pode muito bem, de uma hora para outra, mudar a decisão e se tornar uma Tatiana, Medeiros ou Correia (prefeita de Conde).

Portanto, nada a comemorar.