Governo opera para manter Hervázio na liderança

O governador Ricardo Coutinho (PSB) está empenhado pessoalmente, a exemplo do que fizera no passado, na manutenção do suplente Hervázio Bezerra (PSB) na titularidade do mandato parlamentar e, conseqüentemente, na liderança da bancada. Por telefone, um interlocutor informou ao signatário do blog que “uma operação está em curso neste sentido”.

Consta da permanência do deputado Antônio Mineral (PSDB) fora da Assembleia, ele que está retornando do período de licença de 121 dias. A definição deverá ocorrer até a próxima segunda (1º ), “mas é provável que ocorra antes disso… Amanhã, talvez”, complementou o interlocutor que é parlamentar e aliado do governo e da recandidatura do governador.

Dois nomes estavam cotados para assumir a função, mas teriam recusado. São eles: os deputados Adriano Galdino (PSB) e Lindolfo Pires (DEM). O primeiro, em entrevista televisiva, garantiu que Hervázio permanece. Um verdadeiro dilema para o governo, porque, exceto Hervázio e o deputado petista Anísio Maia, ex-posição, ninguém mais quer ser líder do governo.