PARAÍBA E AS OBRAS FEDERAIS Vené: ‘Festa com o chapéu alheio’

O pré-candidato a Governador da Paraíba nas Eleições 2014, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) afirmou em entrevista que o governo Ricardo Coutinho (PSB) não tem o que mostrar aos paraibanos e se apropria das obras, ações e iniciativas do Governo Federal para tentar mostrar trabalho. Segundo ele, o RC cita as obras do governo da Presidente Dilma sem, no entanto, fazer o registro de que são iniciativas do governo PT-PMDB.

Dentre as obras, ele citou o Cento de Convenções de João Pessoa, o Canal Acauã-Araçagi, as obras e ações de responsabilidade da Fundação Nacional da Saúde – Funasa (drenagem, esgotamento sanitário, pavimentação, recuperação e construção de unidades habitacionais, melhorias sanitárias, dentre outras) e até mesmo a pavimentação de estradas, feita com recursos da Cooperação Andina de Fomento – CAF, viabilizados no governo de José Maranhão (PMDB).

“O governo Ricardo Coutinho se apropria das obras do governo PT-PMDB sem mencionar que essas conquistas, através, principalmente, do Plano de Aceleração do Crescimento – PAC são obras efetivamente de responsabilidade do governo federal. Até mesmo esses gestos, que deveriam ser gestos comuns, de obrigação dos gestores, você não os tem”, disse Veneziano, em vídeo publicado em suas redes sociais.

Ele lembrou também de obras que foram feitas no governo do PMDB (José Maranhão), mas que não tiveram a sua continuidade, como a adutora Acauã-Campina Grande, iniciada por José Maranhão, após a conclusão de Barragem de Acauã, e paralisada nos governos seguintes, deixando Campina Grande vulnerável no abastecimento de água.

“A Barragem de Acauã, concluída no governo José Maranhão, que deixou os canos para a adutora já adquiridos e entregues e a adutora acabou não sendo feita. Nós campinenses sabemos o que significam 250 milhões de metros cúbicos (de água), principalmente naquele período de racionamento de Boqueirão e sequer a adutora foi feita, porque não houve o compromisso”, destacou o pré-candidato peemedebista ao Governo do Estado.

Hospital de Itapororoca – Veneziano também lembrou obras inauguradas no governo do PMDB (José Maranhão) e que foram abandonadas pelo governo atual, a exemplo do Hospital Regional José Félix de Brito, de Itapororoca, inaugurado com todos os equipamentos necessários para a sua realização no governo de José Maranhão, mas que hoje sofre com a falta de equipamentos para se fazer exames simples, como um Raio-X.

“Você ver a inauguração do hospital, com todos os equipamentos e ouvir um depoimento como o que recebemos em Itapororoca, dando conta de que, por falta de um Raio-X e de outros equipamentos, existir demandas mas não equipamentos, e o atendimento deixar de ser feito, por falta de gestão, por falta de operacionalizar aquilo que já foi construído e oportunizado a Itapororoca, é lastimável, é preocupante”, disse.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.