Crise do governo com o Legislativo ainda não acabou. Veja porque

Pensa que a polemica sobre a aprovação da Lei Orçamentária de 2014 acabou? Um novo capítulo da crise está para vir à tona após o governador Ricardo Coutinho (PSB) admitir vetar as emendas ao projeto de lei, propostas apresentadas pelos deputados, Veja o que afirmou o chefe do Executivo da Paraíba:

“Vou analisar cada uma das emendas. Aquilo que não for possível o Estado aceitar será vetado. Aquilo que for possível será mantido”. Ou seja, vem mais confronto nos próximos dias nesta conturbada relação do Executivo com o Legislativo.

Vale a pena lembrar que há uma insatisfação generalizada dos deputados que integram a bancada governista. Cinco deles resolveram jogar esse sentimento no asfalto ao demonstrar que não apóiam essa postura do governador. Resultado: ajudaram a derrotar a proposta do governo que retirava R$ 16 milhões do orçamento da Defensoria Pública.

Resta saber se os deputados Domiciano Cabral (DEM), Assis Quintans (DEM), Jutahy Menezes (PRB), Vital Costa (PP) e Carlos Dunga (PTB) vão continuar votando contra o governo. Eles podem estar formando uma bancada independente.

O governador Ricardo não está nem um pouco preocupado em ter que analisar as 396 emendas dos parlamentares a proposta de Lei Orçamentária Anual. O negócio é vetar. E pronto.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.