Aliado de Cássio manda governador Ricardo ‘tomar vergonha na cara’

Secretário de Articulação Política do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande – segundo maior colégio eleitoral do Estado -, o ex-deputado estadual Gilbran Asfora (foto) não mandou o governador Ricardo Coutinho (PSB) “tomar vergonha na cara” de forma graciosa. Certamente, falou por alguma liderança que segue a orientação na política paraibana.

Pode estar provocando uma crise sem precedente do grupo que Asfora pertence, pelo menos até antes das declarações de ataque ao aliado governador. O secretário do governo de Campina Grande atingiu justamente aquele que tem sido a principal ação da gestão “socialista”: estradas.

Foi uma espécie de presente de fim do ano dado ao governador. Asfora não poupou criticas as condições das estradas do Compartimento da Borborema, principalmente o trecho que liga Campina Grande a Puxinanã. “A PB-115 se encontra praticamente intransitável”.

Revela que apelos já tinham sido feitos, “mas o governador insiste em desconhecer a estrada. Lamentável!”.

Disse que não pretende votar no governador-candidato à reeleição em 2014, “mesmo se o senador Cássio Cunha Lima pedir: “Eu sou aliado dele, mas doido não, nem cedo!”.

Durante entrevista, o secretário campinense adiantou que “o governador se especializou em fazer promessas que não costuma cumprir”. Usou um bordão do saudoso e ex-governador Ronaldo Cunha Lima: “Ele promete como sem falta e falta com sem dúvida”.

Blog/Folha da Paraíba

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.