Bancada do governo fica reduzida após afastamento de parlamentar

O “sinal amarelo” está aceso para a base do governo no legislativo estadual. Decorre do pedido de licença do deputado Branco Mendes (PEN), que ficará no “estaleiro” durante um período de 30 dias por causa de uma intervenção cirúrgica a que se submeteu nesta terça (12). Por ter se afastado por um período inferior a 121 dias, o parlamentar não pode ser substituído pelo suplente.

Então, o líder governista Hervásio Bezerra (PSB) precisará correr para botar a casa em ordem. Afinal, existem matérias tramitando na casa que o Palácio da Redenção não quer ver sendo votada e aprovada, ainda mais agora que está inferiorizado numericamente no plenário da “Casa”. Exemplo: o pedido de instalação de CPI para se investigar o uso da aeronave do governo para lazer.

Branco só vai estar de volta em dezembro, antes da apreciação da votação do orçamento para o exercício financeiro de 2014. Também a tempo de participar da sessão que deverá apreciar as contas do governador – aprovadas com ressalva pelo TCE – referente a 2011. Se o legislativo rejeitar o parecer de contas, então o governador se tornará inelegível.

O fato é que o afastamento do deputado Branco Mendes vai exigir do governo esforço para repor um voto, caso haja necessidade de reforçar o time no plenário da Assembleia Legislativa,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.