PPS já sabe para que lado vai pender nas eleições paraibanas de 2014

Se o vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, conquistar a presidência estadual do PPS nesta sexta (8), a decisão majoritária é de seguir com a oposição. “Essa é a única certeza que nós temos”, proclamou o vereador Bruno Farias durante entrevista televisiva.

Porém, de acordo com Bruno, “a primeira ação será de reconstrução do partido”, de juntar os cacos, conforme fez questão de ressaltar, “deixar de ser um partido cartorial e passar a ter vida orgânica ativa”. Garantiu que não terá caça as bruxas, assegurando também legenda aos pré-candidatos.

“Nossa postura será de oposição, mas deixaremos para debater esse assunto somente a partir de janeiro do próximo ano”, complementou o vereador Bruno Farias, recém eleito presidente do PPS de João Pessoa.

A maioria dos 72 delegados deverá votar em Nonato para presidente estadual do Partido Popular Socialista. Destes, 29 são de João Pessoa e sete de Campina Grande. Ele já garantiria a vitória, mas faz-se conta de que 80% dos delegados apóiam o nome do vice-prefeito de João Pessoa na eleição desta sexta (8).

De qualquer forma, a ala comandada por Nonato trata o processo interno do partido como muita prudência. Como se sabe, a disputa será contra a máquina estadual.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.