Processo sobre o “Caso Cuiá” pede a cassação do governador e do vice

O repórter do blog está atuando no jornalismo há mais trinta anos, período esse que aprendi duas coisas: 1) nunca acredite em alguém que diga “o dinheiro da nossa campanha será integralmente declarada”; 2) não espere por punições da Justiça Eleitoral.

Pois bem, analisando o “Caso Cuiá” é de uma gravidade enorme. Nesta sexta (27), o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) concluiu a investigação da desapropriação da área, cujo dinheiro teria supostamente turbinado a campanha do então candidato ao governo Ricardo Coutinho (PSB), em 2010.

A instrução processual foi concluída pelo juiz Tércio Chaves de Moura. Agora, os envolvidos terão um prazo de dois dias para a apresentação das alegações finais. O Ministério Público Federal também foi intimido.

Os “malfeitores” envolvidos no processo são o governador Ricardo Coutinho, o vice Rômulo Gouveia, o ex-prefeito Luciano Agra e a secretária estadual de Comunicação, Estela Bezerra.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.