TCE adia julgamento dos gastos da Casa Civil com a Granja Santana

                   plenotce

Para evitar mais confusão para o lado do governo “socialista”, o Tribunal de Contas do Estado adiou o julgamento das contas da Secretaria da Casa Civil, referente ao exercício de 2011. O conselheiro-relator Umberto Porto foi quem encaminhou o pedido de retirada de pauta do processo.

Porto justificou a necessidade de esperar o resultado de uma sindicância interna aberta pela Casa Civil para apurar gastos excessivos. Outra providência do conselheiro-relator sobre o caso foi devolver o processo para a auditoria do TCE. Segundo ele, requer um melhor esclarecimento sobre pontos considerados ainda “obscuros”.

A auditoria preliminar da Corte de Contas do Estado aponta uma série de irregularidades no que se refere as despesas relacionadas com a Granja Santana. Entre as despesas, aparecem despesas no valor de R$ 326 mil com alimentos, R$ 481 mil com fornecimento de refeições. Os gastos teriam sido feitos sem licitação.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.