SOBRE DOAÇÕES: Léo Gadelha quer que a votação seja adiada

A proposta de mudanças na legislação eleitoral que afrouxam os controles existentes sobre doações de campanha deverá entrar na pauta de votação da Câmara Federal nesta quarta (17). Segundo informações, a tendência é que os parlamentares acabem com os recibos, permitindo que políticos com contas de campanha rejeitadas pela Justiça Eleitoral voltem a se candidatar já nas eleições do próximo ano.

                                           leog

Um dos integrantes do grupo de trabalho que terá a tarefa de elaborar em 90 dias uma proposta de reforma político para o país, o deputado federal paraibano Leonardo Gadelha (PSC-foto) apela pelo bom senso dos parlamentares para não votar essa matéria esta semana, “já que teremos uma reforma para aprovar”.

Gadelha antecipou que votará a favor do projeto do fim dos recebidos de doações de campanha, sendo que a fiscalização seja feita com registro da movimentação bancária das campanhas.

Neste sentido, conforme adiantou, “o sistema de recebido precisa ser melhorado, tornando a fiscalização mais eficientes. Já temos condições tecnológicas de emitir recibos eletrônicos ”.

No caso dos políticos com contas de campanha rejeitadas pela Justiça Eleitoral votarem a se candidatar, o deputado Gadelha disse que é contra, “o que se precisa fazer é limitar o prazo, precisamos de um projeto para diminuir o tempo de judicialização, um prazo para esses candidatos sejam julgados“.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.