Oposição propõe ‘chapão’ para conter a movimentação do candidato oficial

A oposição enxergou uma movimentação de campanha eleitoral do candidato oficial e decidiu contra-atacar com a mesma intensidade, colocando em curso uma tese de antecipação de formação de “chapão” na refrega proporcional, ou seja, disputa pelas cadeiras na Assembleia, em especial.
De acordo com a proposta, o “chapão” envolveria quatro partidos. Seriam eles: PEN, PMDB, PSC e PR. Sabe o que significa se houver entendimento neste sentido: a formação de uma bancada com 20 parlamentares. “Acho que é possível fechar esse entendimento”, disse o deputado Anibal Marcolino (PEN-foto).
Os parlamentares que integram os partidos possivelmente envolvidos na tese defendida por Anibal pode alegar que seria um “suicídio político”, mas o autor da proposta alega o próprio argumento para provar o contrário. “Ora, desse grupo, eu o deputado Janduy (Carneiro) tivemos menor quantidade de voto na campanha de 2010”.
Uma reação normal para conter o avanço do candidato oficial, que decidiu antecipar a movimentação eleitoral com o anuncio de adesões política, inclusive no legislativo estadual.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.