Deputado-secretário sinaliza que quer interromper a licença

É público e notório que o deputado licenciado Guilherme Almeida (PSC) veste a camisa de Campina Grande. Sua atuação parlamentar sempre esteve pautada para a sociedade campinense. Tanto é verdade que não hesitou em aceitar um convite do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) para ser secretário de Agricultura do governo municipal.
Com essa abnegação aos campinenses, o deputado Guilherme não teve como recusar o convite e aceitou imediatamente. Não pensou duas vezes. Sequer avaliou que a saída da Assembleia beneficiaria o governo “socialista”, que ganhou com a ascensão da suplente Iraê Lucena (PMDB) uma aliada.
Pois bem, o peso do arrependimento fez com que o deputado-secretário Guilherme Almeida voltasse suas críticas ao governo “socialista” de Ricardo Coutinho, que negou a Campina Grande, segundo o auxiliar da gestão municipal, veja você, uma patrulha mecanizada.
Vem a ser: um caminhão caçamba, uma retro-escavadeira e um trator de esteira. O objetivo, de acordo com Guilherme, “era recuperar estradas vicinais na zona rural do município”.
Disse mais: “Para o Estado, isso não vale nada”. Revelou o parlamentar durante entrevista a uma emissora de rádio local que fizera o pedido durante a audiência (foto acima) que manteve com o governador Ricardo, no Palácio da Redenção, tão logo assumiu o cargo.
Ao se revoltar, o deputado Guilherme volta a falar a mesma língua da sociedade campinense, desejosa a sua volta ao parlamento estadual.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.