A difícil missão de falar sobre o que não é concreto

Os próximos meses serão de expectativa para uma decisão que poderá causar uma grande reviravolta na política paraibana, visto que, se levada em consideração as vozes roucas das ruas, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) não tem como recusar o convite dos eleitores para sua candidatura ao governo do Estado em 2014.
Mas, enquanto não há definição acerca do assunto, os recados dos tucanos surgem nas esquinas nos diversos municípios do Estado. A propósito da questão se Cássio irá concorrer a sucessão estadual, o deputado Hervásio Bezerra (PSDB), líder da bancada governista, expôs seu ponto de vista quando instado a falar desse lero-lero.
“Cabe somente a Cássio, se desejar e puder disputar o governo do Estado, decidir…”.
“… Meu propósito, enquanto filiado do PSDB, é comungar e trabalhar para que permaneça a coligação entre PSB e PSDB”.
Evitou falar sobre hipótese: “se for, se não for. Aí não!”. E prometeu se posicionar quando as cartas estiveram na mesa.
“Obvio, quando tiver algo concreto me posicionarei como venho pautando minha trajetória política”.
Hervásio é tucano, mas do tipo que não fica em cima do muro, conforme ele mesmo frisou em entrevista ao programa Rede Verdade (TV Arapuan).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.