Laryssa disputará cadeira de vereadora pelo MDB

Após uma gestão repleta de programas de políticas públicas, a advogada Laryssa Almeida se afastou da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campina Grande para concorrer a uma mandato de vereadora na Câmara Municipal do segundo maior colégio eleitoral pelo MDB nas eleições de 6 de outubro.

Agradeço profundamente ao prefeito Bruno pelo convite para exercer o meu trabalho em prol de Campina Grande. Estaremos juntos em sua reeleição…”

“… Agora estou pré-candidata a vereadora para expandir o meu trabalho e minhas ideais por meio de um mandato, se Deus assim permitir. Tenho como objetivo continuar a fortalecer a inovação, o desenvolvimento econômico e social na nossa Rainha da Borborema…”

“… Analisei com Bruno o melhor cenário e escolhemos o MDB. Veneziano [Vital do Rêgo] foi um braço para essa decisão e caminharemos juntos nas próximas eleições”, destacou. 

Pois bem. Qualidades não faltam a Laryssa, que integra a gestão de Bruno desde a transição do governo municipal e, além da Secretaria de Ciências, Tecnologia e Inovação, desde o início, ela também desempenhou um papel elogiável enquanto secretária interina de Desenvolvimento Econômico da cidade.

Se não bastasse as missões com o dever cumprido, Laryssa protagonizou em Campina Grande, junto ao Congresso Nacional, com ajuda de alguns parlamentares, entre eles o senador Veneziano, a prisão de Antônio Neto e Fabrícia Ais, donos da corretora de Criptoativas, a Braiscompany, acusados de um golpe bilionário prejudicando várias famílias da cidade e de todo o Brasil.

Também é reconhecida por sua energia, dedicação e comprometimento, sua assinatura é visivelmente forte tanto nas secretarias por onde passou, como em vários programas exitosos que resultaram em R$b 4,5 milhões de investimentos na cidade captadas por editais.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.