Secretário mata ex-esposa e, depois, comete suicídio

Betinho Barros (foto) como era mais conhecido o secretário de Comunicação de Belém-PB, que agora há pouco assassinou a ex-esposa a tiros e, em seguida, tirou a própria vida.

Ele tinha 38 anos e cometeu feminicídio contra a estudante Rayssa Kathylle de Sá Silva, 19 anos. O crime aconteceu na casa da ex-sogra, no centro do município de Belém, localizado no agreste paraibano.

A tragédia chocou a todos os moradores do município. O casal estava separado, inclusive Rayssa tinha solicitado uma medida protetiva.

A versão é que Betinho Barros descobriu onde ela estava escondida e com uma arma de fogo tirou a vida da ex-esposa e, em seguida, cometeu suicídio.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.