MP parece esperar que Ricardo devolva medalha

O Ministério Público da Paraíba espera que o ex-governador Ricardo Coutinho entregue a medalha José Américo de Almeida, concedida pela instituição no apagar das luzes do então governo do hoje petista, em 2018. “Ele vai devolver”, garantiu um alto servidor da Casa.

Como se sabe, desde janeiro de 2020 tramita no MP pedido de anulação da comenda, protocolado pelo defensor e policial aposentado José Espínola da Costa, após deflagração da 7ª edição da Operação Calvário, que resultou na prisão de Ricardo após audiência de custódia.

O curioso é que o MP que concedeu a medalha é o mesmo que o apontou como sendo o “comandante máximo” de uma organização criminosa suspeita de desviar recursos públicos, se tornou réu em ações penais denunciadas pelo próprio Ministério Público.

A medalha José Américo de Almeida foi criada em 1997. Possui três categorias. A saber: Alta Distinção [folheada a ouro é a mais elevada], Distinção de prata e Bons Serviços. Ricardo recebeu a de alta distinção.

O processo de cassação da medalha segue com o relator Francisco Sagres, integrante do colegiado do Ministério Público da Paraíba.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.