O poder que cega é o mesmo que manda matar

O prefeito de Piancó, Daniel Galdino (PP; foto), só está vivo hoje graças a uma ação das forças de segurança da Paraíba, compostas pelas policiais Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, incluindo também o Ministério Público/Gaeco, através da Promotoria do município.

O motivo para matar o prefeito é a disputa pelo poder do pai de uma ex-vereadora, principal responsável por arquitetar o crime que poderia ter ocorrido ontem. Porém, a inteligência da segurança foi mais rápida e antecipou a Operação Ponto Final.

Além do prefeito, o plano também era assassinar a ex-prefeita Flávia Galdino, mãe de Daniel. O mandante já tinha contratado os pistoleiros para executar o serviço. Presos, os bandidos foram parar atrás das grades, enquanto as pretensas vítimas restam agradecer o livramento.

As investigações não param. Há indícios do envolvimento de outros elementos, que podem ser presos a qualquer momento.