Chica Motta quer os ‘Opera’ implantados em Patos

A deputada estadual Francisca Motta (Republicanos) manteve uma audiência com o secretário de Estado da Saúde, Jhony Bezerra, para encaminhar, como de costume, uma reivindicação para o “seu” Sertão.

Nada que não possa ser atendida. Porém, recorre aos trâmites legais para que seja implantado dois programas do governo de João Azevêdo na área de saúde: “Opera Paraíba Mulher” e “Opera Paraíba Pediátrico”.

Ela afirmou que o sucesso do “Opera Paraíba”, que acabou como a demanda reprimida de cirurgias em todo o Estado, “mostra a grande necessidade do programa para a saúde e a vida dos paraibanos”, comentou.

Anotou que “o governador João (Azevêdo) lançou o ‘Opera Paraíba Mulher’ em março, com foco em cirurgias ginecológicas, a exemplo de endometriose e videolaparoscopia…”

“… Por isso, estamos solicitando que essas cirurgias também sejam realizadas nos hospitais referências de Patos, beneficiando as mulheres sertanejas”, arrematou.

Ela pediu, ainda, a realização do “Opera Paraíba Pediátrico” no Hospital Infantil Noaldo Leite, e buscou informações sobre a licitação do acelerador linear, equipamento que permitira ao Hospital do Bem realizar o tratamento de radioterapia.