Criticas de Paulino a Temer chegam com muitos meses de atraso

A entrevista de Roberto Paulino, candidato a senador pelo MDB, à Rádio Correio aconteceu ontem, mas repercute nos meios políticos, em especial entre os emedebistas paraibanos.

“Eu lamento muito ele ser do meu partido. Esse governo tomou atitudes que não condizem com a história do MDB”, disse Paulino se referindo a ninguém mais, ninguém menos, do que Michel Temer.

Surpreendeu quando declarou que “esse governo (Temer) me ofereceu diretorias do Banco do Brasil, Banco do Nordeste e eu não rejeitei. Eu preferi não assumi cargos e ter autoridade”.

Por que só agora torna esse assunto a público? Chegou com muitos meses, dias e horas com atraso.