Governo paga codificados salários de até R$ 23 mil/mês

Até o presente momento ninguém do governista PSB se pronunciou acerca da divulgação do listão dos codificados, àqueles servidores que recebem por CPF. São cerca de 8.585 deles, conforme notícia veiculada no portal ParaíbaRadioBlog.com, cujos salários, veja você, varia entre R$ 1,5 mil a R$ 23 mil mensais. A lista disponibilizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) diz respeito apenas a área de saúde.

Uma segunda lista deverá ganhar o asfalto nos próximos dias. Consta servidor de outras áreas da administração estadual. Dos mais de 8 mil codificados, pelos menos 128 deles recebem salários de até R$ 23,5 mil. Outros 108 perceberem vencimentos de até 20 mil; outros 189 têm salários de até R$ 15 mil. Um escândalo jamais visto com os recursos do tesouro estadual.

Quer saber mais: os mais de 8 mil codificados da saúde consomem uma “pequena” bagatela de R$ 24 milhões mensais, ou R$ 300 milhões ao longo dos 12 meses anuais. Ou seja, dinheiro que dava para solucionar o problema da saúde do Estado, bem como o déficit habitacional. Numa conta rápida, essas despesas corroem 4,3% das receitas estaduais.

Será coincidência: o escândalo foi jogado no asfalto na semana em que o Governo Ricardo Coutinho anuncia o enxugamento da folha, como sendo um ato moralizador, quando, na verdade, não é o que parecer ser.