SOBRE CANDIDATURA, VENÉ DIZ: ‘desistir jamais; estou na luta’

A cinco dias da convenção que vai oficializar o seu nome como candidato à sucessão governamental nas eleições de outubro, Veneziano Vital do Rêgo veio a pública nesta terça (24) para proclamar: “Desistir jamais”. Pendurou no Twitter um lote de informações, que se analisado percebe-se que ele é candidato por cima de pau e pedra.

Anotou “… Não conheço o verbo desistir na minha luta política. Quem me acompanha sabe. Entro sem medo de perder”.

Sobre a traição de peemedebistas declarando apoio aos adversários do PMDB na eleição de outubro, Veneziano lembrou a campanha municipal de 2012 em conversa com um grupo no WastsApp e escreveu:

“… E não me arrependo de quatro vezes ter percorrido quilômetros, alheios, para Sousa e Pombal e ofereceu meu humilde apoio”.

Certamente, o lote de palavras teve endereço do prefeito de Sousa, André Gadelha, e do ex-deputado Verissinho Marques, ambos peemedebistas.

Empilhou outras interrogações:

“… O PMDB só serve para as disputa municipais […] Depois salve-se quem puder”.

Talvez, o pré-candidato Veneziano Vital raciocínio a uma atmosfera de dúvidas que se estende à cozinha do Partido do Movimento Democrático Brasileiro.

Questionou: “… Perdoem os que deliberadamente tentam me igualar aos demais. Não sou sequer assemelhado. Minha história fala por mim”.

E para que não haja nenhuma dúvida, reiterou à disposição de competir e levar o seu PMDB ao estrelado na corrida ao Palácio da Redenção nas eleições deste ano.

Reiterando: “… Estou na luta”.