Setores do PSB defendem reaproximação com o MDB

Socialistas que não gostam de contrariar o governador Ricardo Coutinho, afirmam que a pré-candidato à sucessão pelo grupo não deveria ser necessariamente do PSB (Partido Socialista Brasileiro).

Uma das razões é a preocupação do secretário João Azevêdo não emplacar com a sua candidatura, conforme é possível observar neste período da pré-campanha para as eleições de outubro deste ano.

Quem pede para ter a identidade não ser revelada defende uma reaproximação do senador Zé Maranhão (MDB). Diz-se que as portas estariam escancaradas ao emedebista.

Outros entendem que o PSB deve insistir com o nome de Azevêdo até março, porque abril é o mês da definição principal da permanência ou não do governador no cargo.