Prefeito de Sousa está na mira do Tribunal de Contas

Depois de condenado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), Fábio Tyrone (PSB), prefeito de Sousa, entrou na mira do TCE (Tribunal de Contas do Estado). Sabe por que? Supostas irregularidades que podem gerar reprovação na gestão e mais ações de improbidade administrativa contra o enrolado gestor.

No TCE, informa-se que a Prefeitura de Sousa ultrapassou o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal no tocante aos gastos com a folha de pessoal. Segundo noticiado, a gestão contratou irregularmente prestadores de serviços com aumento, veja você, de 1800%, até 31 de agosto deste ano.

Há, ainda, irregularidade na ausência de pagamento das contribuições previdenciárias, também de registro individualizado das receitas de rendimento financeiro dos recursos do Fundeb e registro incorreto das receitas decorrentes da quota de IPVA e quota do IPI.

Quem fez o alerta foi o conselheiro Nominando Diniz, que é relator do processos desses “causos” narrados na atual gestão da Prefeitura de Sousa. Servem como medidas de prevenção ou correção.