Por que o governo não muda o comando da segurança?

A pergunta acima deveria ter sido feita pelo bispo de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes, durante a abertura da Campanha da Fraternidade.

É muito estranho que o Palácio da Redenção não tenha modificado o secretário Cláudio Lima, que tirou o governo socialista incólume.

A propósito, Cláudio Lima entregou o cargo várias vezes. Mas o prestígio dele é tanto que o governador ordenou: “Fique ai!”

Claro que não foi um “fique aí (!)” na certeza de que a segurança pública tinha jeito. Por isso, Dom Dulcênio alertou para o problema que é muito sério.

A opinião teve ressonância perante a comunidade religiosa de Campina Grande. Ecoou também por toda a Paraíba. O governo calou.