Por causa dos codificados, RC se irrita com o Sindifisco

Ninguém sabe por onde à Polícia Federal vai começar a investigação, mas a reação do governador Ricardo Coutinho (PSB) já é do conhecimento púbico. Ele veio à boca do palco para informar: “Não me interesse se mandaram pra um lado ou para outro”. Depois, voltou a falar e fraude da lista dos codificados, tem em questão:

“Quem fraudou a lista vai pagar nas barras da lei e se for servidor vai perder o emprego. Eu botei foi um delegado. Não adianta querer criar factóide. Esperaram um ano para divulgar a lista e tentar queimar a imagem do governo”, disse o governador, cujo inquérito que ordenou abrir é da polícia que o chefe do Executivo comanda.

As ameaças citadas acima têm endereço: sindicalista Manuel Isidro, presidente do Sindifisco da Paraíba. Foi através dele que o “listão” chegou ao conhecimento da imprensa. “Esse cidadão que se diz sindicalista, já está sendo arrolado pelo delegado”, afirmou sem citar o nome de Isidro, que já prestou depoimento na polícia do governador sobre o episódio dos codificados.

O receio é que uma investigação pelos federais o mistério sobre o “listão” dos codificados