PMJP cumpre o papel, já que Estado não faz sua parte

A pretexto de contribuir com o Governo do Estado, que sente dificuldades de diminuir os índices de violência na Capital, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) decidiu armar a Guarda Municipal. Isso ocorre no momento em que João Pessoa aparece no incomodo quarto lugar entre as cidades mais violentas do Brasil.

“Dos 700 a 800 guardas municipais que temos hoje na Prefeitura, 120 deles foram selecionados para usar armas”, comentou o prefeito na manhã desta quinta-feira (5), durante o anuncio em que acrescentou: “Eles estão na fase final para que possam receber o diploma e autorização da Polícia Federal”.

E arrematou: “Tanto é que estamos entregando 129 coletes à prova de bala. As armas de fogo já estão no processo de seleção para quando estiverem 100% preparados. Até o final essa situação será concluída”, adiantou o prefeito de João Pessoa.

Não pode ser diferente, se o Estado não cumpre com o seu deve a Prefeitura não tem que esperar pela boa vontade do gestor estadual. Então, se adianta ao processo e tranqüila a população. Afinal de contas, entre as capitais, João Pessoa é a quarta mais violenta do Brasil.