Perseguição do governador é motivo da debandada do PSB

Conforme previsto, começou a debandada de filiados do PSB. Alegam que estão sofrendo um processo de perseguição do governador Ricardo Coutinho, e não contam nenhuma novidade sobre esse aspecto. Isso também está acontecendo em outras regiões do Estado. Avalia-se que pode estar ocorrendo a perspectiva de poder da vice Lígia Feliciano (PDT), também do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Coube ao repórter Lenilson Guedes a informação. “Eles alegam que sofrem perseguição do governador Ricardo Coutinho por não acompanhar nas eleições de 2016 a ex-prefeita Pollyana Dutra, que era do Partido dos Trabalhadores e trocou de legendo pelo PSB”, conforme a matéria.

Vice-presidente da juventude socialista, Elton Tony destaca: “Temos mais de 13 anos de filiados ao PSB, estamos deixando o partido aqui em Pombal. São mais de 50 militantes”, garante.

Os motivos são as demissões dos filiados históricos e a entrada da ex-prefeita Pollyana, pivô da crise. “Esses dois aspectos levaram vários filiados a pedirem seu afastamento da legenda, inclusive eu, que sou vice-presidente estadual da juventude do PSB na Paraíba”, reforçou.