MANOEL JR: ‘CHANCE DE UNIÃO com o governador é quase zero”

Maior vítima do hoje governador Ricardo Coutinho, de quem foi vice-prefeito na primeira gestão do “socialista” à frente da Prefeitura de João Pessoa, o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) fala com autoridade de quem não estava em boa companhia durante o período, inclusive, também, de sua filiação no PSB.  É de MJR a opinião que rechaça qualquer aproximação Peemedebê do Palácio da Redenção: “Quase zero!”. Ou seja, nenhuma.

Sem se aprofundar na palavra rejeição ao governador, a mesma que Ricardo carrega nas pesquisas eleitoral como o que tem o maior índice entre os pré-candidatos ao governo estadual, Manoel Júnior considerou um “desatino” se o seu partido viesse a se aliar ao “socialista”.

Resumiu apenas a declarar o seguinte: “Quatro anos o PMDB sendo crítico fundamental do governo, agora iria achar que o governo num passe de mágica resolveu todas as questões […] que história é essa; o povo merece respeito”.

Uma verdade nua e crua.