LIRA DESABAFA EM DEFESA DE VENÉ, PUNIDO PELO PMDB

Líder do PMDB, o senador Raimundo Lira fez um desabafo: “Eu não me sinto confortável de ver o companheiro Veneziano (Vital) sendo punido pelo partido”. Ele deverá levar o assunto para discussão no Diretório nacional, concordando que o mais sensato seria uma advertência, até para evitar a repercussão da posição da legenda.

“Até porque o PMDB, desde a resistência e redemocratização, tem um histórico de democracia, de permitir o máximo de liberdade aos seus membros. Eu vejo como poucas possibilidade dessas punições serem aprovadas pela Executiva nacional”, enfatizou.

Sobre o história de relevância importância do “V” para a legenda, Lira arrematou: “É importante rememorar que Veneziano tem um históricos de muitos serviços ao PMDB, principalmente na época que foi prefeito de Campina Grande”.

Verdade pura e cristalina.