Governador desafia os críticos da terceirização das escolas

Já prevendo seu afastamento para concorrer as eleições de 2018, o governador Ricardo Coutinho lançou um desafio aos adversários da política paraibana, e mirou suas declarações no ex-aliado da campanha à reeleição de 2014, prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Convicto de que a terceirização das escolas estaduais vai dar certo, RC diz que “larga” o cargo de ocorrer o contrário.

A reação veio após uma fala de Cartaxo na manhã desta segunda-feira (24), no momento do anuncio de concurso público para 150 vagas. “Enquanto a Prefeitura faz concurso, o Estado terceiriza”. Foi o bastante para a reação de Coutinho: “Farei uma aposta com o prefeito de João Pessoa. Eu perderei o mandato se não acontecer o que estou dizendo…”

“… Eu perderei o mandato. Se não for isso, eles assumam o compromissos de sair do mandato e fazer um bem ao povo para deixar de trabalhar com mentiras e fazer um bem à sociedade”, arrematou.

Estendeu o desafio aos críticos da terceirização das escolas. Sobrou até para os jornalistas, “inclusive à imprensa”, arrematou.