De público, secretário Cláudio Lima pede para ser exonerado

Dessa vez não foi ninguém que pediu a “cabeça” do secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, mas ele próprio manifestou publicamente o desejo de se afastar do cargo que ocupa desde o primeiro governo do socialista Ricardo Coutinho (PSB). Reconheceu que a função não é para ficar muito tempo e, de público, parece ter pedido para ser exonerado.

“Eu acho que já passou da hora… Eu acho”, proclamou Lima durante entrevista concedida na noite passada no programa “Frente a Frente”, apresentado por Heron Cid na TV Arapuan. O secretário demonstrou está cansado e praticamente pediu para sair. A julgar pelas suas declarações, parece sinalizar o seguinte: “Não dá mais…”.

“[…] Acho que esse cargo não dá para ficar muito tempo, porque as cobranças são muito grandes. Infelizmente, os políticos não querem essa vaga. Quase não tem nenhum político com cargo de secretário de Segurança”. Teria sido algum recado endereçado a algum político da Paraíba?

Se não fosse aliado do governo do PSB, decerto o recado teria sido endereçado ao deputado federal Luiz Couto. No entanto, o parlamentar petista acha que a população paraibana vive em “céu de Brigadeiro” e que a violência não está presente aqui. Calou-se! Por isso, Cláudio Lima está tranquilo, apesar de achar que não e que o melhor é pegar o boné o voltar aos tempos de delegado federal.

Bem, como disse que ainda não conversou com o governador Ricardo Coutinho deixou claro que está de saída. Teria perdido a motivação? Com certeza, ainda mais quando se nada contra a maré.