Sindifisco provoca agora a PGR, MPF, SUS e MS

“Não tenho conhecimento de nenhuma movimentação”, informou o presidente do Sindifisco, Manoel Isidro, quando questionado pelo blog acerca do início do trabalho da Polícia Federal na investigação do polêmico caso dos quase nove (9) mil codificados do Governo do Estado.

O procedimento encaminhado aos federais também é muito recente. E, por isso, não tem informações sobre as primeiras movimentações e como elas irão ser conduzidas neste primeiro momento. Porém, no contato, por telefone, com o presidente da entidade Manoel Isídro surgiu outra novidade, conforme adiantou:

“Nós estamos preparando a documentação para enviar as outros órgãos federais, a exemplo da Procuradoria Geral da República, Ministério Público Federal, Sistema Único de Saúde (SUS) e Ministério da Saúde”, ressaltou.

Sabe por que? Manoel Isídro responde: “Até aonde se sabe, o pagamento dos codificados é feito com recursos federais”. Portanto, a esfera é promover a investigação por órgãos federais.