Emenda de VENEZIANO vai melhorar aeroportos da PB

De passagem pela Paraíba nesta quinta-feira (4), o presidente da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), Antônio Claret de Oliveira, assinou ordem de serviço no valor de R$ 20 milhões, recursos que serão destinados a implantação de novos sistemas de acesso a aeronaves (Sistema ELO) nos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande.

É fruto de uma emenda de bancada proposta pelo deputado federal Veneziano Vital (MDB), presente ao evento de hoje ao lado do presidente Antônio Claret. O parlamentar, durante o evento de assinatura da ordem de serviço, agradeceu aos diretores da Infraero em atenderem o seu pedido de contemplar também Campina Grande.

De pronto, o pleito de Veneziano foi atendido por causa dos resultados significativos apresentados no Aeroporto João Suassuna, de Campina Grande, em relação a questão relacionada aos embarques e desembarques e, sendo assim, merecia o benefício. O deputado comemorou.

“O momento é propício para isso, de comemoração porque os nossos principalmente equipamentos estarão recebendo benefícios para o seu desenvolvimento, sobretudo no sentido de atender com mais qualidade a população que se serve do serviço”, ressaltou Veneziano.

Durante o ato de assinatura, Veneziano agradeceu aos diretores da Infraero em atenderem o seu pedido de contemplar também Campina Grande, por considerar que a cidade tem apresentado resultados significativos em embarques e desembarques e, sendo assim, o Aeroporto João Suassuna mereceria esse benefício.

Não é a primeira vez que Veneziano Vital tem feito esforços pelos Aeroportos paraibanos. Desde à época quando era prefeito, também com o apoio do então Senador Vital do Rêgo, conseguiu verbas para melhorias de Aeroportos como o de Cajazeiras. Foi um dos responsáveis também, pela conquista do equipamento ILS para Campina Grande, que permite que as aeronaves possam fazer pousos em tempos adversos.

SISTEMA ELO – Com os recursos assegurados por Veneziano serão implantados nestes dois aeroportos o Sistema ELO, que é um conjunto de conectores climatizados projetado para fazer a interligação ao nível do solo entre salas de embarque e desembarque e aeronaves, permitindo que os passageiros, inclusive os deficientes ou com mobilidade reduzida, transitem ao mesmo tempo, com conforto, segurança e acessibilidade, ao entrar ou sair dos aviões.

A tecnologia é adequada a aeronaves como o Boeing 737-800 e o Airbus 320, comumente utilizadas pelas companhias aéreas brasileiras. Além da escada, há um elevador para cadeirantes com capacidade de até 225 quilos. A tecnologia é totalmente nacional e foi desenvolvida pelas equipes técnicas da Infraero, em conjunto com a empresa gaúcha Ortobras, especializada em produtos de acessibilidade.

Blog/Assessoria